(17) 98148-8000
Bem vindo ao seu novo Imóvel!
Bem vindo ao seu novo Imóvel!
INFORMAÇÕES
Inicial
Sobre o Corretor
Cadastre seu Imóvel
Pesquisa Completa
Imóveis para Venda
Financiamento
Notícias
Links Úteis
Certidões Negativas
Fale Conosco


NOTÍCIAS
24 de Junho
ASA DELTA - Half Pipe = Asa Delta
22 de Junho
CLUBE DAS CRIANÇAS - Um mundo de diversão para os pequenos
19 de Junho
Venda De Imóveis Da União Poderá Ser Realizada Pelos Corretores De Imóveis
17 de Junho
BOLHA INFANTIL - Adrenalina para a galerinha!!!!




Notícias
25/05/2020
Mercado Imobiliario
Especialistas dão 5 motivos para se investir em imóveis e dão conselhos importantes para o comprador
 

Mesmo diante da crise provocada pelo surto da Covid-19 no Brasil, o mercado de vendas e compras de imóveis tem se mantido vivo. Estatísticas oficiais dão conta de que houve, no Rio, uma queda da ordem de 40% no volume de negócios realizados. Muito desse cenário positivo se deve ao fato de que, ao comprar um terreno, casa, apartamento ou sala, o bem tende a se valorizar com o passar dos anos, enquanto gera frutos – seja em forma de aluguel ou do seu próprio uso e gozo pelo dono. O valor de um imóvel, principalmente se adquirido durante uma crise (que o mercado chama de “baixa”), tende a aumentar. E além disso, o imóvel é bem de raiz e não pode ser “perdido”, ou “furtado”. Isto, diferentemente do que acontece com automóveis ou jóias, por exemplo.

Prova disso é um recente estudo, feito pela Cushman & Wakefield, uma das principais empresas de serviços imobiliários do mundo, que aponta um crescimento significativo no mercado de locação comercial e de galpões, inclusive em grandes capitais brasileiras, como no Rio de Janeiro e São Paulo.

O levantamento mostra que os imóveis utilizados por grandes empresas, na cidade do Rio, registraram queda na vacância, e aumento do percentual de imóveis ocupados. Na capital paulista, ocorreu a mesma coisa.

A seguir, veja cinco razões que mostram porque para valer pena investir em imóveis:

Segurança

Desde que se mantenha a qualidade estrutural e o vigor da região, um imóvel não perde seu valor. Segundo especialistas, em média um proprietário de escritório, loja ou galpão recolhe renda de 0,8% ao mês em cada unidade locada, chegando a 9,6% ao ano.

Esse valor é superior aos Fundos de Renda Fixa Referenciados, como o Certificado de Depósito Bancário (CDB), por exemplo, que pode chegar a 9% ao ano. Lembrando que além do rendimento, um imóvel adquirido durante a “baixa”, quase sempre sofre valorização.

Os imóveis residenciais, embora sejam os mais líquidos e os mais fáceis de alugar, geram rentabilidade menor que os comerciais. Segundo técnicos do mercado consultados pelo DIÁRIO DO RIO, um imóvel residencial médio – apartamento ou casa – costuma ser alugado mais rápido do que um imóvel comercial, porém costuma gerar renda menor, em torno de 0,4% ao mês. Seria o imóvel mais indicado para investimento por uma pessoa que tem menos possibilidades de arcar com os seus custos, enquanto estiver vazio.

Expectativa de valorização – investir em imóveis

Como falamos no início do texto, o mercado imobiliário tem um histórico positivo, já que imóveis se valorizam anualmente, além de sempre acompanharem a inflação, sem contar a grande valorização que se espera quando adquiridos em períodos de crise. Some-se isso ao fato de que o país atravessa um excelente momento para aquisição no setor, com a taxa de juros Selic mais baixa da história, a 3% ao ano. Ou seja, ter dinheiro aplicado no banco, em aplicações de risco baixo, tornou-se menos rentável do que nunca. Enquanto isso, até 2025 haverá demanda de 14,5 milhões de novas moradias, de acordo com dados da Fundação Getúlio Vargas.

Durabilidade

Uma propriedade é um bem duradouro, seja casa, apartamento, flat ou imóvel comercial. Se a opção for por alugar um imóvel recentemente adquirido, estima-se que o completo retorno do investimento, com o recebimento dos aluguéis, não demora mais que 10 anos. Só que, além de receber os alugueis, você é dono de um imóvel, que, se comprado em uma época como a atual, é, segundo especialistas, praticamente uma garantia de valorização. Ou seja, tudo o que receber mensalmente após esse período é lucro e segue por anos sendo necessário apenas reparos para manter o patrimônio.

Redução de riscos

Enquanto outras formas de aplicação incluem alta volatilidade, o mercado imobiliário segue estável e o maior risco é mesmo o de vacância. Um grande exemplo é o que aconteceu durante a pandemia do Coronavírus: enquanto a bolsa chegou a cair 39,28% em dois meses e o preço do petróleo ficou negativo, o valor dos imóveis praticamente não se alterou e um certo perfil passa a ser mais procurado: a segunda residência em locais próximos à natureza. A Planalto Invest, incorporadora sediada em Goiás, viu seus negócios decolarem. A empresa em abril vendeu 7,5 vezes mais lotes do que o registrado em março, atingindo R$ 9 milhões em VGV (valor geral de vendas).

Déficit habitacional alto

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil sofre com a falta de 7,7 milhões de residências. Dessa forma, com o aumento populacional cresce também a procura por unidades para locação, ou seja, o mercado segue em constante expansão.

Entrevistamos diversos especialistas e conseguimos reunir algumas das principais características que o imóvel deve ter, no Rio, para ser mais líquido e mais fácil de alugar.

O mercado imobiliário do Rio de Janeiro, em que pese os problemas que a cidade possui, é um dos mais indicados para quem busca renda de imóveis. A cidade, espremida entre as montanhas e o mar, tem certas localizações que são altamente desejáveis, de acordo com a proximidade das praias ou, alternativamente, dos principais modais de transporte. A escolha por um imóvel que o mercado considera “fácil de alugar” deve se orientar pela proximidade dos centros de bairro, dos meios de transporte, da praia, ou do Centro. Independente dos recursos disponíveis, os melhores imóveis são os mais compactos, e com menores custos de ocupação (condomínio e IPTU) por metro quadrado.

Um detalhe interessante é que ao contrário do passado, nos últimos anos tem caído a necessidade de vagas de garagem, e a diferença de preço entre os imóveis com garagem e os sem garagem, tem caído, principalmente nas salas comerciais e apartamentos de um e dois quartos.

A busca por um imóvel “bom pra investir” deveria, obrigatoriamente, passar pela escolha de um corretor de imóveis registrado no Conselho de Corretores de Imóveis (CRECI), ou uma empresa imobiliária conhecida e na qual o leitor confie. Parece oportunismo, mas todos os profissionais são unânimes ao dizer que o momento de crise é ideal para se conseguir os melhores negócios.

 

– investir em imóveis

 
 
Fonte: Diário do Rio- Publicidade Imobiliaria
Outras Notícias
27
05
Avaliações de imóveis para venda e locação crescem quase 60% em 30 dias
[+] saiba mais
29
05
Zoológico e Fazendinha
[+] saiba mais
23
02
OITO CERTIDÕES NEGATIVAS DO IMÓVEL QUE VOCÊ PRECISA TIRAR
[+] saiba mais
26
02
NOVO MODELO DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO AJUDARÁ A REDUZIR ESTOQUE DE IMÓVEIS
[+] saiba mais
23
02
É NOTICIA HOJE NA IMPRENSA
[+] saiba mais
24
02
THERMAS DOS LARANJAIS, DESCUBRA O MAIOR PARQUE AQUÁTICO DA AMÉRICA LATINA
[+] saiba mais
24
02
POR QUE CONTRATAR UM CORRETOR DE IMOVEIS ?
[+] saiba mais
25
02
TURISMO PÕE OLÍMPIA ENTRE CIDADES QUE MAIS CRESCEM
[+] saiba mais
25
02
A IMPORTÂNCIA DO CNAI E A LEGITIMIDADE JURÍDICA QUE GARANTE O CORRETOR COMO AVALIADOR
[+] saiba mais
26
02
GANHO COM IMÓVEL PODE ALCANÇAR DOIS DIGITOS AO ANO ATÉ 2022.
[+] saiba mais
 
Voltar

icone-whatsapp 1
Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
Nome: 
E-mail: 
Cidade: 
4225 Repita ao lado:
redesp_facebook.pngredesp_twitter.pngredesp_youtube.pngredesp_linkedin.pngredesp_instagram.png
Claudio de Oliveira
Corretor de Imóveis

CRECI/SP:162519F - CNAI:1999
(17)98148-8000
Rua David Oliveira nº 1258 Centro
CEP: 15400-083 - Olímpia/SP

contato@claudiocorretor.com.br
PROCURO POR
Imóveis para Venda
www.claudiocorretor.com.br © 2020. Todos os direitos reservados.
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias